O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social BNDES pelo visto segue implementando a política que pautou a campanha à presidência de Jair Bolsonaro, que seria orientada pela redução da participação da Instituição (financiamento público) na oferta de crédito no mercado de crédito, de modo a dar mais espaço ao setor privado. É válido ressaltar que a economia brasileira carece de investimento em infraestrutura, em capital fixo e na modernização de alguns segmentos. A atuação do Banco deve promover a alocação de recursos, no sentido de alavancar o nível de produção da economia brasileira, em setores estratégicos, em observância às demandas locais e regionais. No atual cenário econômico, inclusive, as taxas da Instituição não estão entre as melhores do mercado, haja vista que a política monetária em curso, tem levado contratantes à antecipação de encerramentos de contratos, de modo que eles, realoquem-se para o mercado, em busca das menores taxas de juros.
0 comments
0 comments