ESCOLAS ESTATAIS: O LUGAR MAIS IDÓLATRA DA FACE DA TERRA. É nas escolas estatais e nas controladas pelo Estado ("privadas") que as crianças aprendem a ignorar a realidade e a acreditar no falso deus-Estado onisciente, onipotente e que tudo pode para o "bem de todos". É nas escolas que as pessoas aprendem que é "belo" e "justo" matar os opositores, os "capitalistas opressores", por meio da revolução para impor uma "ditadura do proletariado" para fazer um "mundo melhor". É nas escolas que as crianças aprendem a odiar o Deus Único para amar o falso deus-Estado. É nas escolas que os gênios criativos e os inteligentes são podados e reprimidos para aprenderem a obedecer a qualquer custo ou ficarem excluídos da sociedade sem o diploma de que precisam para terem a permissão para começar a ganhar a vida (diploma)... Não é a toa que os verdadeiros gênios raramente fazem universidade porque todos que são inteligentes têm nojo desse sistema insano e engessado. É nas escolas que estão os apoiadores de esfaqueadores que são contra suas ideias partidárias. É o ambiente mais hostil e intolerante da face da terra contra qualquer ideia inovadora se ela contrariar o dogma imposto pelo sacerdote-professor. São nas escolas que as crianças aprendem a odiar o vizinho, a odiar a família e a amar os políticos que "salvarão o mundo". É nas escolas que as crianças aprendem que as pessoas são incapazes de serem livres e de tomarem suas próprias decisões, e que por isso, deve-se eleger PESSOAS para mandar na vida de todos e evitar o caos para o "bem de todos"... A escola atual é um ambiente mentalmente doente, infeccioso, inútil e caro. Há solução? Sim. Eliminar a exigência de diplomas, permissões e autorizações para o exercício de TODAS as profissões. E eliminar o "direito" à educação. Em outras palavras: praticar o 3º Princípio. III- Não roube, nem interfira nos negócios pacíficos alheios. Esta medida simples permitiria as pessoas trabalharem sem a necessidade de diplomas. E daí? E daí que as escolas, se quiserem atrair clientes, teriam que botar o pé na realidade e começar a ensinar coisas que REALMENTE FAÇAM A DIFERENÇA, caso contrário, ninguém as frequentaria. Isso forçaria os gestores a demitirem os doutrinadores e a contratarem professores de verdade, caso contrário, a escola quebraria e deixaria de existir. E desse modo, todo problema se resolveria sem necessidade de violar nenhum dos 12 Princípios. O melhor "escola sem partido" que existe é a defesa do fim da necessidade de diplomas e da eliminação da educação como "direito de todos". Esta é a verdade impopular que poucos ousam proclamar. SPQR Pratique os 12 Princípios: https://ainismo.com/os-doze-principios/
0 comments
0 comments