Em Moscou a situação não está nada fácil. O governo Putin segue reprimindo manifestantes que, ao meu ver, legitimamente protestam contra medidas antidemocráticas tomadas pela atual gestão. A repressão contou com o saldo de mais de 500 presos. Segundo a reportagem anexa, "autoridades eleitorais barraram os candidatos opositores na disputa da legislatura moscovita alegando que não obtiveram assinaturas genuínas suficientes de eleitores para se registrarem. Os candidatos impedidos questionam o argumento. A verdadeira razão, dizem, é impedi-los de desafiar o domínio do Kremlin sobre o poder. Embora a eleição para selecionar membros do Legislativo de Moscou não seja nacional, ativistas da oposição a veem como uma oportunidade para tentar ganhar terreno na capital, onde candidatos apoiados pelo Kremlin se mostraram menos populares no passado do que em outras partes do país. "
0 comments
0 comments