Autoritarismo à brasileira O ex-capitão e atual presidente do Brasil Jair Bolsonaro (PSL) continua a promover medidas e declarações que atestam o caráter autoritário do governo. O comentário dessa vez surge a partir da indagação sobre a portaria publicada pelo Ministro Sérgio Moro, que propõe a deportação sumária de estrangeiros considerados perigosos. Sobre isso Bolsonaro disse: "Ele tem 'carta branca'. Eu teria feito um decreto. Tem que mandar pra fora. Quem não presta, tem que mandar embora. Tem nada a ver com o caso desse Glenn não sei o quê..." A postura do Presidente é inaceitável. Além de propor de forma autoritária a prisão de um agente da opinião pública, um jornalista internacionalmente conhecido pela seriedade de seu trabalho, também sugere que a medida de Moro deveria ter sido mais firme e anti-democrática, ou seja, por um decreto. O ministério público e o STF devem estar atentos às medidas do novo governo, já que cada vez mais elas flertam com medidas ditatoriais.
0 comments
0 comments