Pesquisador japonês, Hiromitsu Nakauchi, está liderando times na Universidade de Tóquio e na Universidade de Stanford, e planeja cultivar células humanas em embriões de camundongos e então transplantar esses embriões em outros animais. Seu objetivo com o projeto é produzir animais com órgãos feitos de células humanas, que possam, eventualmente, serem transplantados em pessoas. A produção de embriões híbridos humano-animal já foi feita em outros países, como Estados Unidos. E agora foi permitido pelo governo do Japão, onde esse tipo de experimento era proibido até março. Segundo Nakauchi, a pesquisa vai avançar lentamente e, por ora, ainda não vai deixar que os embriões se desenvolvam completamente. Afirmou que pretende proceder com cautela, para poder dialogar com o público, que pode ter preocupações quanto às implicações éticas desse tipo de pesquisa.
0 comments
0 comments