Sei que esta não é a comunidade de política, mas me sinto no dever de noticiar sobre a exoneração do diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Ricardo Magnus Osório Galvão. Recentemente, foram divulgados dados que alertam a alta do desmatamento no Brasil. Alta de 88% em junho e de 212% em julho! Tais dados compilados pelo sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter). A notícia ganhou destaque no Brasil e em revistas estrangeiras como o “The Economist”. No entanto, Jair Bolsonaro acusou Galvão de mentir sobre os dados do desmatamento e agir a "serviço de alguma ONG". Afirmou que a medição do Deter não é eficaz para gerar percentuais e comparações mensais e que os dados consolidados de desmatamento são divulgados pelo Programa de Monitoramento da Floresta Amazônica Brasileira por Satélite (Prodes). Porém, Especialistas declaram que o Deter mostra a real tendência de aumento, com precisão de cerca de 90%. Até quando vão defender que a ciência não passa de uma fraude? Até quando as poderosas instituições vão defender pseudo-ciências?
0 comments
0 comments