Estudo publicado na revista Current Biology na sexta-feira 9 revelou que ondas de calor nos oceanos estão levando corais à morte mais rapidamente do que se esperava. O que pode agravar a vida de outras espécies que vivem nestes locais. Pesquisadores da Austrália, Estados Unidos e Reino Unido analisaram os impactos do aquecimento global da Grande Barreira de Corais australiana. Já se sabia que o aumento da temperatura da água do mar devido ao aquecimento global poderia danificar os corais por meio de um fenômeno de branqueamento — quando a espécie perde microalgas fotossintetizantes localizadas na sua superfície, sua principal fonte de energia, causando a sua morte. A pesquisa afirma que as ondas de calor marinho severas podem degradar internamente o esqueleto de corais, correndo o risco de matar os organismos em poucos dias ou semanas.
0 comments
0 comments