10 minutos diários de carinho no seu pet podem ser a cura pro seu estresse Eu sou a louca dos pets, e não posso ver um na rua que já quero levar pra casa comigo. Mas é que já senti na pele o quanto eles podem mudar a energia de um lar - e o bem que eles podem fazer pra gente. E não precisa nem considerar o bichinho parte da família pra ver esses benefícios. Cientistas descobriram recentemente que acariciar seu doguinho (ou gatinho) diariamente abaixa consideravelmente o nível de cortisol - o hormônio do estresse - na corrente sanguínea de uma pessoa. O estudo foi feito por cientistas da Universidade Estadual de Washington, nos Estados Unidos, que convidaram 249 estudantes universitários para participar. Eles foram escolhidos por estar em uma fase da vida mais propícia ao estresse. Os participantes foram divididos entre 4 grupos: os que acariciaram os animaizinhos, outros que observaram, outros que viram imagens dos animais e ainda os que não tiveram contato. Foram coletadas amostras de saliva de todos os voluntários 15 e 25 minutos após a atividade, para se medir a quantidade do cortisol presente. Quem acariciou os gatos tinha os níveis deste hormônio bem menores do que os outros participantes, e estavam menos estressados após o contato com os bichinhos. Não é como se a gente fosse amar mais nossos bichinhos por isso (e nem sair por aí fazendo carinho em bichinhos aleatórios só pra aliviar o nervosismo) e nem convencer aqueles que não curtem animais de estimação de adotar um cãozinho o mais rápido possível. Mas é muito legal ver que eles realmente fazem muito por nós, né?
0 comments
0 comments