Pelo visto o acirramento por maior marketshare entre os Estados Unidos da América EUA e a China acontece em quase todos os mercados (nichos de mercados), sendo o mais novo concorrente da Uber por exemplo, o app chamado Didi, o app chinês que quer superar a empresa americana. É válido ressaltar que essa empresa, em junho 2019, anunciou em comunicado à imprensa o lançamento de seus novos serviços financeiros no Brasil e no México, já que propõe trabalhar com instituições financeiras para oferecer cartões de banco aos motoristas, para que eles possam receber os pagamentos por seus serviços. O mercado latino americano é uma excelente fronteira de expansão no serviço de transporte privado, haja vista a deficiência estrutural na mobilidade urbana das principais capitais da região, já que a infraestrutura de transporte coletivo é insuficiente para atender as necessidades dos usuários da região. É válido ressaltar que a concorrência é extremamente vantajosa aos consumidores, haja vista que o serviço de transportes, por exemplo, pouco se diferencia no perímetro urbano, o que pode favorecer o preço ao consumidor final (concorrência perfeita). De fato, estamos falando de uma tecnologia disruptiva, que alterou completamente a configuração dos transportes das principais cidades, desestabilizando o monopólio dos táxis, o serviço de transporte por apps.
0 comments
0 comments