Quem não gosta de carnaval costuma dizer que "Esse povo todo nas ruas pra beber e farrear, imagina se fosse pra lutar pelos nossos direitos? O Brasil já tava outro." Pois eis aqui uma notícia pra não reclamar mais dos jovens que se reúnem pra curtir uma farra: a juventude brasileira também se une para manifestar pela educação! Esta é a terceira manifestação nacional em defesa da educação. A primeira ocorreu em 15 de maio, em cerca de 222 cidades pelo Brasil, logo após o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciar cortes na pasta. Já a segunda aconteceu em 30 de maio em ao menos 136 cidades de 25 estados e do DF. Os protestos de hoje (dia 13 de agosto) foram contra o contingenciamento de recursos da educação, em defesa da autonomia das universidades públicas e contra a reforma da Previdência. Dessa vez, os atos também protestaram contra o programa federal Future-se, que pretende financiar parte do ensino nas universidades públicas e regulamentar a gestão das instituições com participações de OSs (Organizações Sociais).
1 comment
1 comment