=As distâncias= Nos últimos dois artigos, tratei sobre a medida de distância anos-luz. Mas neste texto gostaria de falar mais amplamente sobre as DISTÂNCIAS, não só na astronomia, mas no geral. =A distância e os tamanhos das coisas= Distância é a separação espacial entre dois pontos ou referências. Na verdade, é um conceito bem intuitivo porque conseguimos avaliar a distância de algo desde cedo. O nosso cérebro aprende a fazer julgamentos sobre as distâncias desde nossa primeira infância. Por exemplo, ao posicionar dois lápis de diferentes tamanhos na nossa frente, dependendo da distância que eles têm do nosso rosto, eles podem possuir o mesmo tamanho. Mas ao colocá-los lado a lado, à mesma distância, percebemos a diferença de tamanho. É quase uma ilusão de ótica! E com a astronomia não seria diferente! Se você acredita que as estrelas mais brilhantes que parecem maiores estão mais perto, saiba que nossa intuição pode nos enganar nesses casos. Estamos acostumados a enxergar coisas distantes com tamanhos menores. =A distância e o ângulo das coisas= O ângulo que vemos os objetos auxiliam nossa avaliação das distâncias e dos tamanhos. Ao enxergarmos com os dois olhos, vemos o mundo a partir de dois pontos de vista diferentes. É isso que cria a perspectiva em nossa visão tridimensional ao segurar um lápis perto do rosto, abrindo e fechando cada olho alternadamente. Percebemos que ele se desloca com relação ao fundo que estão os objetos mais distantes. Claro que esse deslocamento não é real. Mas será maior quanto mais distante estiver o lápis. Esse fenômeno se chama PARALAXE. Faça o teste com os lápis! =A distância das estrelas= Algo semelhante ocorre com a Terra em sua trajetória em torno do Sol. Ao observarmos uma estrela mais próxima a partir de uma posição mais extrema que a da nossa órbita, com seis meses de separação no tempo, vemos que aparentemente a estrela se move em relação às mais distantes. É a PARALAXE ESTELAR. Com ela conseguimos calcular a distância da estrela. Aqui na Terra valem as mesmas regras. Quanto mais perto, maior o deslocamento aparente de uma estrela. Quando mais distante, menor será esse deslocamento. Desse modo, calcula-se a distância da estrela. Imaginando que a paralaxe estelar de um objeto fosse um 1 segundo de arco ou 1 grau dividido por 3. 600 partes, o objeto estaria à distância de um PARSEC. Esse é o nome de uma unidade de medida muito usada na astronomia. Corresponde a 3,26 anos-luz, ou mais de 200 mil vezes a distância média entre a Terra e o Sol. =A distância das estrelas distantes= A paralaxe estelar foi um passo importante para entender as medidas de distância das estrelas. Mas para as estrelas distantes ela não funciona porque os ângulos são muito pequenos, difíceis de serem medidos. Outros métodos podem ser usados, considerando os movimentos próprios das estrelas; o quanto sua luz é absorvida no meio interestelar; comparações com estrelas que variam o brilho; fenômenos como as supernovas… Cada vez vamos calibrando melhor os métodos para encontrar as distâncias das estrelas, mas de um modo geral, só podemos medir indiretamente nossa distância a um punhado de pontos brilhantes no céu. *Fonte: ABC da Astronomia*
0 comments
0 comments