Importante apanhado realizado pela equipe do UOL em relação à delação de Antônio Palocci, ex braço direito de Lula e antiga liderança petista. Evidentemente, boa parte dos citados negaram seu envolvimento e criticaram a personalidade do "delator", ex aliado. Não que isso surpreenda, mas é interessante reparar como alguém que era da absoluta confiança dessas pessoas se tornou alguém de personalidade tão duvidosa em tão pouco tempo. A título convidativo para a reportagem do UOL, compartilho abaixo o trecho referente a Lula: "Lula - O ex-presidente Lula diz que "as declarações de Antonio Palocci não têm provas nem credibilidade, são mentiras contadas para a obtenção de benefícios judiciais e financeiros". "Seu vazamento ilegal serve mais uma vez para fins políticos, como Moro fez nas eleições de 2018. Há histórias implausíveis, e nem os procuradores que negociaram com ele a delação consideram seus relatos críveis, como mostram mensagens reveladas pelo Intercept", afirma."
0 comments
0 comments