Novos impactos dos cortes na educação Os cortes na educação pública federal não param, com isso, cada vez mais as instituições passam a sentir os seus impactos. Em um primeiro momento ocorreu as suspensões de novas bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado, em um segundo, as ameaças de que em setembro algumas bolsas já vigentes também podem sofrer cortes e cancelamentos, e agora em terceiro, os recursos que tornam as universidades funcionando passam a dar sinais de fraqueza. O notícia demonstra como os cortes da UFMG já afetam até a mobilidade estudantil. Em um campus tão grande, estudantes que não tem carro ou moto passam a ter maior dificuldade de acessar as estruturas da instituição. O projeto de sucateamento e elitização das universidades é uma realidade que volta. Depois dos memoráveis cortes de FHC, Jair Bolsonaro segue com um mesmo projeto. Força aos estudantes, técnicos e professores universitários, que sempre estão na linha de frente da defesa da educação pública.
0 comments
0 comments