Como anda indo o Wow (World of Warcraft) Classic? Eu já falei por aqui sobre o aniversário de 20 anos do WoW, lembrei que a Blizzard já cometeu diversos erros com o MMORPG que foram feitos para adequar a uma nova leva de jogadores, mas deixou uma grande parte bem descontente. O propósito inicial do game era ser uma aventura extremamente difícil de você conseguir chegar ao topo sem morrer MUITAS vezes, demorando horas incontáveis para conseguir aquele item, ou até mesmo um espaço para matar o boss que está sempre abarrotado de gente. Essa parcela imensa de jogadores estavam ansiosos por essa experiência longínqua e única que lhes eram oferecidas. Então, veio o Classic, e como ele vai? Sabendo da história do game e de como ele influenciou a vida de muitos jogadores, eu realmente esperava que ele fosse bombar, mas eu não tinha ideia do quanto. Quase 20,000 pessoas na lista de espera, server crashando pelo alto número de players, filas para enfrentar o boss, - ISSO MESMO, A GALERA FEZ FILA PARA DAR A CHANCE DE CADA UM PODER IR LÁ FAZER A FREAKING RAID - ou seja, o jogo tá realmente bombando. Clássico é tudo sobre comunidade. Mesmo naqueles níveis iniciais, o jogo é parecido com o motivo pelo qual as pessoas estão se apaixonando por jogos mais recentes, elogiados por sua dificuldade. Sim, World of Warcraft não é realmente um jogo 'difícil' da mesma maneira que algo como Dark Souls, mas para ter sucesso com um atraso mínimo, você precisa de amigos para sobreviver. Guilds antigas estão sendo revividas, a galera tá desenterrando contatos de 2004 para sentirem na pele aquela nostalgia que vai além dos nossos sonhos. Em 2005, o WoW era considerado tão onipresente nos círculos do Vale do Silício que construiu uma reputação como uma espécie de 'novo golfe'. Um lugar onde as pessoas se encontravam e passeavam. Fazer uma dungeon juntos. Pescar um bocado. Discutir negócios enquanto está sentado em Booty Bay. Durante os primeiros dias do WoW Classic, com todos em níveis baixos, compartilhando escassos recursos e multidões nas primeiras áreas do jogo, grupos espontâneos se formam à medida que as pessoas se ajudavam a completar missões para progredir um pouco mais rápido e com perda mínima de vidas.O canal de bate-papo global em um jogo multiplayer estava cheio de comentários agradáveis e úteis pela primeira vez, pois as pessoas respondiam às perguntas ou pedidos de ajuda umas das outras. Foi como um tempo antes da mídia social nos tornar todos em máquinas que só clicam e aceitam parties sem conhecer ou conversar com os envolvidos dentro dela. Será que a resposta para a salvação dos MMORPG é voltar no tempo? Não sei, só sei que a experiência do WoW Classic me remete a algo que nós perdemos nessa jornada de “facilitar” a conexão entre os players. Afinal, a proposta de jogar esse gênero não é fazer novas amizades?
0 comments
0 comments