"Mais do mesmo" É dessa forma que podemos classificar o governo de Romeu Zema (NOVO). A primeira grande experiência do partido novo em um cargo executivo trazia grande expectativa de como seria um governo "verdadeiramente" liberal e anti-corrupção no Brasil. O empresário Mineiro já chega quase ao fim de seu primeiro ano frente à maquina pública mineira e não surpreende em nada. Várias promessas de campanha já foram deixadas para trás, como por exemplo a redução dos gastos com recursos humanos e estrutura do Estado, Zema acusa o golpe de que não sabia muito bem o que era o serviço público e como era seu funcionamento. O governo segue com uma pauta central das privatizações das empresas públicas estaduais, em especial a CEMIG. O que fica é isso: Zema representa a velha política, e tem como objetivo central, a venda dos recursos do povo mineiro.
1 comment
1 comment