Pelo menos nesse aspecto o governo acerta: deve internamente (do país) diligenciar e promover diálogos com as lideranças das áreas mais afetadas com os incêndios da Amazônia, ainda que sejam, eventualmente, opositores. A presença dos ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Ricardo Salles (Meio Ambiente); Fernando Azevedo (Defesa); Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Jorge Oliveira, (Secretaria Geral da Presidência da República) sugere (finalmente e felizmente!), pelo menos, um mínimo de seriedade do atual governo em lidar com a questão. Espero que a reunião com os governadores não seja "apenas para inglês ver": torço para que produza diálogos e reflexões produtivas.
0 comments
0 comments