Notícia que passou desapercebida de muita gente, mas que deveria ter merecido um debate muito mais amplo, pelo que pode significar para toda a humanidade. A saída dos EUA do Tratado sobre Mísseis Nucleares de Média Distância, no início de agosto, pode implicar não só na retomada de posturas características da Guerra Fria, como também pode representar o estímulo para que outros países acelerem ou retomem o desenvolvimento de armamentos nucleares. Estamos perto de completar os 80 anos da explosão da bomba de Hiroshyma, mas cada vez mais distantes de superarmos a ideia de que armamento nuclear é uma boa estratégia para defesa nacional.
1 comment
1 comment