As mudanças nas previsões de crescimento são constantes. Não considero isso ruim, mas uma adaptação a cenários que não foram percebidos à época de análises anteriores ou surgimento de novas questões mesmo. Não penso que atualmente isso seja fruto de uma tentativa do atual governo, ao assumir, de maquiar a real situação do país. Até porque isso seria prejudicial para eles mesmo. Segundo o exposto em reportagem anexa "O quadro é agravado pelo fato de que, anteriormente, o país havia vivido um triênio de recessão, caracterizado por expansão muito fraca, de 0,5%, em 2014, e quedas superiores a 3% do PIB (produto Interno Bruto), em 2015 e 2016). Fatores como desacelação da economia global, crise política e econômica na Argentina e um nível muito baixo de investimentos no Brasil Têm contribuído para a reavaliação do cenário para 2020".
0 comments
0 comments