Essa manchete me trouxe uma mistura MUITO INTENSA de sentimentos. Mas vamos por partes. O site Heroic Hollywood - cuja procedência preciso admitir que não conheço - relatou que o diretor Matt Reeves estaria à procura de uma atriz negra ou latina para ser sua mulher-gato no próximo filme do Batman - este mesmo, polêmico por ter contratado o Robert Pattinson para interpretar o Homem-Morcego. Ainda segundo o relato, ele teria sondado a Zoë Kravitz ("Big Little Lies"), que eu amo, para o papel, mas parece que, devido a conflitos de agenda, ela não pode participar do projeto. Então a procura por alguém com o perfil dela continua. Bom, vamos lá. É muito legal que os estúdios estejam de olho na questão da diversidade e da inclusão, e que estão ativamente procurando mulheres fora do estereótipo branca-de-olho-azul para ter destaque em filmes que, provavelmente, terão bilheterias assombrosas, sendo vistos por muita gente mesmo. Isso manda uma mensagem bem bacana. Por outro lado, vamos para a segunda parte da notícia: _Uma chamada de elenco de elenco de The Batman divulgada há alguns meses descreveu a Mulher-Gato como “uma ladra de Gotham de 20 a 30 anos que veste uma roupa apertada e usa um chicote como arma”._ Só consigo interpretar, pela chamada de elenco, que embora a diversidade seja uma questão à qual os produtores estão atentos, claramente, a hiper sexualização feminina parece não ter entrado no radar deles. É válido que a Mulher-Gato seja uma mulher fora dos padrões de beleza que foram desde sempre impostos por Hollywood. É muito válido, é importante, de verdade. Mas me preocupa que a personagem ainda vai usar "roupa apertada" e um chicote. Será mesmo que não tem como pensar na Mulher-Gato de outro jeito? A sensualidade/sexualidade é tão importante assim a ponto de precisar fazer parte da chamada de elenco? No fim das contas, não importa a cor ou etnia, teremos mais uma (anti-) heroína que, além de cumprir um papel na narrativa, cumpre também a função de objeto sexual de macho? Confesso que essa notícia me deu um pouco de preguiça deste projeto - muito mais do que a presença ou não de um ex-Crepúsculo nele. Mas ainda tenho esperanças de que a chamada de elenco seja só um detalhe. Um parágrafo escrito por alguém que na verdade não viu o roteiro e que não sabe nada do filme. Ou será que eu tô muito é iludida mesmo? Aguardemos cenas dos próximos capítulos.
0 comments
0 comments