A política de liberação de saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço FGTS limitado a R$ 500,00, um tanto quanto Keynesiana, tendo em vista a implementação de uma polótica anticíclica para o fomento do consumo doméstico dos agentes econômicos, principalmente das famílias. É válido ressaltar que essa liberação, limitada a esse valor, foi decorrente de um embate político entre o governo federal, cujo interesse é alavancar o nível de atividade econômica, e os representantes do setor da construção civil, que já tem muito a comemorar, haja vista a taxa de crescimento na ordem de 6% (alcançada no último trimestre) ter sido determinante para evitar a temida recessão técnica da economia brasileira, que no mesmo período cresceu 0,40 %. Nesse sentido, podemos afirmar que a pressão pelos recursos desse fundo foi em virtude dele ser a principal fonte de financiamento para a construção civil e infraestrutura nacionais. Observamos na prática o efeito multiplicador da renda quando aplicada nesse segmento, que no curto prazo apresentou expressivo crescimento, impactando positivamente a matriz de insumo-produto e consequentemente o produto nacional.
0 comments
0 comments