Nexo: "O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou na quinta-feira (29) que o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil cresceu 0,4% no segundo trimestre de 2019, em relação ao trimestre anterior. O resultado do PIB no primeiro trimestre de 2019 foi negativo em 0,1%. Até a divulgação dos novos dados, o temor era de que o PIB brasileiro caísse por mais um trimestre, o que poderia configurar um cenário de recessão. Segundo os critérios adotados pelo CODACE (Comitê de Datação de Ciclos Econômicos), o Brasil enfrentou uma recessão entre o segundo trimestre de 2014 e o quarto trimestre de 2016; foram onze períodos consecutivos de quadro recessivo, sequência que foi interrompida no primeiro trimestre de 2017. O crescimento no segundo trimestre de 2019 foi de 0,4% em relação ao primeiro trimestre, enquanto a variação na comparação com o segundo trimestre de 2018 foi de 1,0%. Para especialistas consultados pelo Nexo, o atual ritmo de crescimento da economia brasileira é baixo. Segundo os dados do IBGE, a indústria foi o setor que mais cresceu, e a demanda foi alavancada pelos investimentos."
0 comments
0 comments