Por mais que seja compreensível o inconformismo de Macron (afinal algumas atitudes de Bolsonaro realmente passam longe da postura que um presidente deveria adotar), não dá pra cair nesse jogo de "bom moço" do presidente francês. Ele sugeriu quebra da soberania brasileira sobre a amazônia, pessoal. Isso é algo muito sério (e irresponsável) em termos de política internacional. É gravíssimo e desrespeitoso para o Brasil e para seu povo escutar isso de um líder mundial tal como Macron. Fora isso, há ainda toda a hipocrisia envolvendo a Guiana Francesa... Não coloco minha mão no fogo por Macron. Talvez, só se for pra apostar que ele é um oportunista de plantão.
0 comments
0 comments