Foi confirmada a primeira ocorrência natural de um novo mineral, chamada de “edscottite”. Foi encontrado em um meteorito na cidade rural de Wedderburn, Austrália, em 1951. O objeto era um pedaço de rocha espacial de 210 gramas. Foi estudado por muitas décadas, que já continha traços de metais como como ouro, ferro, camacite, schreibersita, tenite e troilote. O edscottite, por sua vez, é uma variação de carboneto de ferro: é um material que combina átomos de ferro e carbono. Agora, quase 70 anos após a queda, uma nova análise foi feita pelo mineralogista Chi Ma, da Caltech. O estudo foi publicado no periódico American Mineralogist.
0 comments
0 comments