A desmedida e insensata fala de procurador mineiro tem gerado críticas e manifestações. Também pudera: reclamar de receber R$ 24 mil, enquanto vive em um país em crise e com tantos miseráveis? Falar que gasta só "8 mil reais" no cartão de crédito e que não aguenta mais! Faça-me o favor, procurador! Em que mundo você vive? Os servidores públicos, em regra, já recebem altos salários, em patamares muito superiores àqueles pagos pela iniciativa privada. Será que o promotor em questão não consegue se colocar minimamente no lugar da população brasileira?
0 comments
0 comments