=Athletico sai na frente do Inter, mas final segue em aberto= Athletico e Internacional entraram ontem em campo para a primeira partida da decisão da Copa do Brasil 2019, na Arena da Baixada. Em um jogo muito truncado e com poucas chances claras de gol, o Furacão conseguiu pular na frente e saiu com a vitória por 1 a 0. A verdade é que a final prometia mais espetáculo, mas prevaleceram os sistemas defensivos de ambas as equipes. Jogando dentro de casa, o Athletico foi o mais propositivo durante todo o jogo, tentando fazer a bola circular, criar jogadas incisivas no mano a mano e sempre buscando o gol. O obstáculo foi a barreira armada pela defesa do Inter, que nitidamente entrou em campo para neutralizar o adversário. Apesar de ter mostrado o controle do jogo na maior parte do tempo, faltou criatividade ao Rubro-Negro para superar a marcação e criar mais chances claras de gol. Por outro lado, também conseguiu anular peças importantes como D’Alessandro. Pelo ponto de vista dos Colorados, o resultado foi ruim, mas longe de ser trágico. O Inter deu pouco espaço ao Athletico, que ainda contou com um desvio fortuito no lance de origem do gol, em um belo chute de Bruno Guimarães. Porém, a estratégia fez o time gaúcho aceitar a imposição do adversário e levar pouco perigo no ataque. As raras chegadas do Inter no primeiro tempo foram com Nico López, em duas finalizações ruins, além de um chute de fora da área de Uendel. O Athletico não mostrou toda a sua velocidade e facilitou a vida da defesa colorada no primeiro tempo, que terminou em 0 a 0. O Inter seguiu fechado e tentava responder na velocidade do contra-ataque no segundo tempo, chegando a assustar em oportunidades de Patrick e Guerrero. Mas quando parecia começar a equilibrar as ações em campo, acabou sofrendo o gol da equipe mandante. O atacante Marco Ruben tentou uma enfiada de bola para a área, que acabou tendo um leve desvio e encontrando o volante Bruno Guimarães livre para soltar o pé e abrir o placar para o Furacão. Depois do gol sofrido, o Inter tentou se lançar mais ao ataque e criou mais chances, a principal com Lindoso em rebote na pequena área. Apesar do jogo parecer mais equilibrado àquela altura, o Inter ainda levou mais um grande susto. O atacante Rony, num lance em alta velocidade, abriu a defesa colorada e saiu na cara do gol. Ele mandou uma bomba, mas acabou parando em uma defesaça de Marcelo Lomba. Com o resultado em 1 a 0, o Internacional precisa vencer por dois gols de diferença para levar a taça da Copa do Brasil. Caso vença por um gol a mais, a decisão será nos pênaltis. Assim, o Athletico viaja com a vantagem do empate para o próximo duelo. Como a vantagem do Furacão é mínima, tudo segue em aberto para a grande decisão em Porto Alegre. A finalíssima será na próxima quarta-feira, no estádio Beira-Rio, às 21h30. Antes da decisão na Copa do Brasil, as equipes entram em campo no final de semana pelo Brasileirão. O Athletico recebe o Avaí na Arena Baixada neste domingo, às 11h, e deve jogar com o time reserva. Já o Internacional viaja a Belo Horizonte para enfrentar o Galo, também no domingo, às 11h.
0 comments
0 comments