O primeiro centro espírita do Brasil foi fundado em 1865, em Salvador. Como o Brasil sempre teve influência de religiões indígenas e de matriz africana, falar com os mortos não era uma ideia surreal, mesmo que o país seja essencialmente católico, herança deixada pelos portugueses. Em 1855, o pedagogo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail teve seu primeiro contato com fenômenos envolvendo espíritos, começou a pesquisar sobre o assunto, e foi aconselhado por um espírito a mudar seu nome para Allan Kardec. Em 1857, Kardec lançou o Livro dos Espíritos, composto por 501 perguntas e respostas que obteve do mundo espiritual, com diversos assuntos relacionados à espiritualidade e moral. No Brasil, o livro teve grande adesão, as respostas trazidas pelos espíritos eram fascinantes e progressistas, e muitos já estavam fartos do controle exercido no país pela Igreja Católica. Em 1884, foi criada a Federação Espírita Brasileira, que regulamenta os centros espíritas espalhados pelos estados brasileiros e tem estratégias para manter o crescimento da religião.
0 comments
0 comments