O discurso de promoção do desenvolvimento da região Norte do país/ região amazônica, em especial aquele baseado na necessidade de expansão da fronteira agrícola, da pecuária, do extrativismo mineral ou vegetal, em inobservância à pauta da sustentabilidade deve ser fortemente combatido, tanto no campo das ideias quanto a partir da proposições de alternativas sustentáveis. As inovações tecnológicas podem nos auxiliar quanto aos ganhos de produtividade sem o aumento do desmatamento. A BBC Brasil com essa matéria, “Como Brasil pode ganhar dinheiro com turismo ecológico sem derrubar a Amazônia”, auxilia-nos nesse sentido. Foram ouvidos especialistas e pesquisadores respaldados com o objetivo de discutirem a atividade econômica do ecoturismo na região. De fato, a atividade sugerida pode ser uma possibilidade sustentável de geração de renda para a população daquela região. Estamos falando de uma grande extensão de floresta tropical, que pode entrar no roteiro turístico de milhares de pessoas, de todas as partes do mundo. O turismo é uma das principais fontes de renda da Europa ocidental, por exemplo. Não devemos legitimar o desmatamento das nossas florestas, que por ora representam a identidade do nosso país. _Em evidência por causa do aumento das queimadas, o interesse internacional na Floresta Amazônica poderia ser usado "a nosso favor", segundo o especialista, por meio do estímulo ao ecoturismo na região. Ainda incipiente, essa atividade econômica tem forte potencial graças justamente ao fascínio que a beleza da floresta tropical exerce sobe visitantes._
1 comment
1 comment