=Fala de Jorge Jesus causa mal-estar entre treinadores brasileiros= Uma entrevista de Jorge Jesus realizada no ano passado foi “desenterrada” recentemente e vem dando o que falar no futebol brasileiro. Antes de comandar o Flamengo, quando ainda treinava o Al-Hilal, o português afirmou em entrevista à revista francesa “So Foot” que os técnicos brasileiros estão ultrapassados, criticando principalmente os treinamentos. _"O treinador brasileiro já foi um pouco ultrapassado em tudo que diz respeito ao treinamento. Você acha que isso acontece por quê? Porque sempre tiveram grandes jogadores e esses resolvem os problemas táticos sozinhos. Os treinadores não foram obrigados a pensar e criar ideias coletivas. E acabaram sendo ultrapassados. Agora está começando a mudar. Eles querem todos vir para a Europa para entender nossa metodologia de treinamento. Mas as crianças brasileiras continuam a jogar na rua, e é na rua que a gente cria os talentos", comentou Jorge Jesus._ A entrevista de 2018 veio à tona agora e provocou um intenso debate sobre a fala do português. Muricy Ramalho, ex-treinador e tetracampeão brasileiro, retrucou dizendo que Jesus não conhece o futebol brasileiro, e que “falou aquilo por ouvir falar”. Argel Fucks, técnico do CSA, também rebateu com comentários sobre Jorge Jesus: “só ganhou o Campeonato Português com o Benfica”. O alvoroço causado pela fala resgatada é de se impressionar. Muitos tomaram as dores da crítica e “responderam” Jesus simplesmente desqualificando-o. E tudo isso também faz pensar: o português falou algum absurdo? À exceção da ascensão de Tite no Corinthians e na Seleção, qual foi o último grande técnico brasileiro que revelamos para o mundo? Nesse sentido, não nos comparamos sequer com alguns países vizinhos, como Argentina, Chile e Colômbia. A crítica feita por Jesus é extremamente válida e apenas tenta apontar um motivo para a evidente queda do nível técnico do futebol nacional. É realmente plausível que, com a recorrência de craques brasileiros que decidiam jogos sozinhos, muitos treinadores locais tenham se acomodado. E é importante ressaltar que a observação do treinador não foi feita depois da chegada ao Flamengo, o contexto era totalmente diferente e não se tratou de um mero ataque aos treinadores brasileiros. De toda a repercussão em torno da fala do português, fico com o comentário feito por Cuca, treinador do São Paulo: _“As coisas têm que ser divididas. Seria muito fácil eu vir aqui e rebater o que ele falou. Essa entrevista foi na Arábia, no ano passado. Tem muita gente pensando que ele está no Brasil falando mal do técnico brasileiro. Ele estava no Al-Hilal falando para uma TV ou um jornal francês, que divulgou agora. Acho que essa pergunta que você me faz poderia ser feita para o Jorge Jesus, agora que ele tem um conhecimento maior do futebol brasileiro e dos treinadores, ainda que não tenha enfrentado todos”, pontuou o técnico._
0 comments
0 comments