=Lacrando em Cima do Lacron?= Não é de hoje que governantes com baixa avaliação tentam buscar recuperação ou pelo menos algum fôlego utilizando situações externas que possam servir como uma "catarse nacional", como uma distração para as questões internas Foi assim com a Argentina quanto à Guerra das Malvinas, foi assim com o Czar Nicolau II, no início do século XX. A história está repleta disso. O problema é que o tiro costuma sair pela culatra, como nos dois casos citados. O presidente Macron, que amarga resistência há anos, dos "coletes amarelos" e outros segmentos da sociedade francesa, que perdeu as eleições para o parlamento europeu, conseguiu algum refresco com seu teatrinho amazônico. Registrou um aumento de 5% na sua popularidade, mas, parece que a coisa durou pouco. A tentativa de mexer com privilégios e gastos excessivos do pesado estado francês, volta a atormentar o sono do presidente. Quem sabe assistiremos uma nova investida lacradora do presidente francês, que posa de "ambientalista" enquanto seu governo é processado por não cumprir as metas do Acordo de... Paris? E os incêndios continuam, bem mais próximos desta vez, não é, Macron?
0 comments
0 comments