Chanceler venezuelano diz estar convicto de uma vitória venezuelana em eventual conflito. Mais um erro dentre os plurais equívocos da antidemocrática gestão de Nicolás Maduro. Talvez erro maior ainda seja apontar suposta unidade no país, mesmo diante da extensa crise política vivenciada. Segundo reportagem: "o chefe da diplomacia venezuelana declarou à imprensa internacional na ONU que o governo está "preparado para defender o território com nossas armas, milícias e com os 30 milhões de venezuelanos". "Não vamos ficar com os braços cruzados enquanto estão se preparando para nos atacar", disse. "Temos a obrigação de defender nosso território e estamos preparado para responder", garantiu".
1 comment
1 comment