Do ponto de vista estratégico, pensando em uma suposta unidade da esquerda brasileira (utópica; jamais existirá por conta da guerra de egos), devo dizer que CONCORDO com Rui Costa. Quem diria, hein?! Ciro era o candidato da esquerda mais conhecido no país, com maior percentual nas pesquisas... Se o PT, maior partido desse "lado" ideológico, tivesse ratificado sua candidatura, Bolsonaro teria mais dificuldade para vencer. Mas, ainda assim, venceria - sejamos francos. De todo jeito, a postura do Partido dos Trabalhadores, em minha opinião, serviu apenas para demonstrar o apego que têm pelo poder e que não existe, para eles a esquerda brasileira unificada. Existe, apenas, o "nós", do PT, contra eles, o "resto".
1 comment
1 comment