A Espanha é a CAMPEÃ da Copa do Mundo de basquete masculino de 2019! Nesse domingo tivemos a final do Mundial que ocorreu na China, entre Espanha x Argentina. Os espanhóis fizeram um jogo espetacular e levaram o 2º mundial de sua história por 95 x 75 em cima dos argentinos. Com essa conquista, a Espanha iguala o Brasil em número de títulos de Copas do Mundo. O último deles foi em 2006, no Japão, contra a Grécia. Já os hermanos, bateram na trave pela 2ª vez. Eles já tinham chegado na final em 2002, na qual perderam para a Iugoslávia. A Espanha fez tudo que precisava de fazer hoje para vencer a Argertina que veio embalada para o confronto. Foi um jogo perfeito dos espanhóis, que além de atacarem bem, defenderam muito bem, anulando a principal e experiente arma argentina, Luis Scola. O pivô de 39 anos fez uma ótima Copa do Mundo com 19.3 pontos de média na competição. Ia ser bastante difícil parar Scola, mas eles conseguiram. A marcação e o esquema de jogo foram muito bem planejados e o craque argentino acertou apenas 1 arremesso em todo o jogo, de 10 tentados, com 8 pontos apenas (6 de lances-livres). Além disso, a equipe comandada por Marc Gasol começou vencendo e manteve a liderança até o final. Eles venceram todos os quartos e 6 jogadores espanhóis fizeram pelo menos 10 pontos. Ricky Rubio foi o cestinha da equipe com 20 pontos, além de 7 rebotes e 3 assistências. Ele que foi nomeado o MVP (melhor jogador) do Mundial. O armador do Phoenix Suns fez uma Copa do Mundo espetacular com médias de 16.4 pontos, 6 assistências, 4.6 rebotes e 1.4 roubos de bola. Gasol também foi bem hoje com sua liderança, além de 14 pontos, 7 rebotes e 7 assistências. Sergio Llull do Real Madrid ajudou com 15 pontos. Rudy Fernandez e os irmãos Juan e Willy Hernangomez fizeram 11 pontos cada. Do lado dos hermanos, o destaque foi o Gabriel Deck com 24 pontos. Boa Copa do Mundo do argentino. O quinteto ideal da competição eleita pela FIBA é composto por: Ricky Rubio (Espanha), Evan Fournier (França), Bogdan Bogdanovic (Sérvia), Luis Scola (Argentina) e Marc Gasol (Espanha).
7 comments
7 comments