=Ficção é mecanismo de empatia! Façamos bom uso.= A ficção tem um poder que é fascinante, é a única tecnologia humana capaz de nos fazer estar na pele do outro, sentir seus dramas e alegrias e viver seus melhores e piores dias. Através de personagens e situações imaginadas na cabeça de um é possível enxergar os outros tantos. Não tem exercício de empatia melhor do que estar aberto à uma narrativa, se deixar levar por uma história, seguir os passos de um personagem, compreender quem é aquele que está sob o seu olhar e não julgar. A experiência estética, como o nome já sugere, tira o espectador do lugar comum e o insere em contextos distintos, o obriga a perceber e sentir o outro, coisa que as vezes não paramos para fazer fora das telas. Enxergar o outro é essencial para que a vida em coletivo seja possível e, sem mesmo que a gente perceba, a ficção está a todo tempo nos fazendo olhar para o lado e se importar com um alguém, por mais diferente que ela seja. Talvez seja por isso que, em tempos incertos, a classe artística e suas obras são sempre as primeiras a serem atacadas. Há quem queira censurar, mas por aqui a gente prefere celebrar o que existe por aí de mais diverso. O site Tem Alguém Assistindo listou um extenso material para quem já faz, ou para quem queira começar esse exercício de empatia através da ficção. São 15 séries em que é possível se deparar com a diversidade de outras realidades. É impossível se manter anestesiado assistindo a qualquer uma delas. Toda a lista está disponível na Netflix, segue o link: https://temalguemassistindo.com.br/15-series-com-tematica-lgbtq-para-ver-na-netflix/ Tem séries de todo o tipo e para todos os gostos. Comédias, dramas, reality shows, aventuras violentas, musicais, mistério, não tem quem não consiga gostar de pelo menos uma delas. Escolha uma e chame alguém para assistir. Com os mecanismos certos a gente até consegue sensibilizar alguns e, quem sabe, melhorar um pouco esse coletivo chamado humanidade. Uma vez na nossa história, Tolstoi trocou cartas com Gandhi e em uma delas o escritor, que admirava o líder indiano por seus métodos pouco ortodoxos de fazer política, afirmou: “Love is the only way to rescue humanity from all ills.” - Em uma tradução livre: "O amor é a única maneira de resgatar a humanidade de todos os seus males" -. E a ficção é capaz de fazer o amor chegar mais longe, façamos bom uso dela!
0 comments
0 comments