Violência contra a mulher. Os dados sobre violência contra a mulher no Brasil continuam a impressionar. Mesmo com as melhorias das condições e inclusão feminina no mundo do trabalho, da política e da economia, o "segundo sexo", criticamente chamado por Simone de Beauvoir, ainda encontra as violências como barreira no seu dia a dia. A reportagem e os dados históricos sobre violência contra a mulher sinalizam uma informação importante sobre como e onde são as agressões: por seus próximos e em casa. Se o debate sobre as dimensões Público vs Privado tomam o debate político no Brasil, é importante perceber como a família, que se torna a principal instituição acolhedora na vida das pessoas, pode se apresentar ao mesmo tempo como uma das maiores violadoras dos seus direitos. Devemos defender a família brasileira, mas lembrando que os agentes públicos da saúde, segurança e educação, devem estar atentos aos perigos que também estão nos lares.
0 comments
0 comments