O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) divulgou uma estimativa de investimentos de R$ 1,1 trilhão em 19 setores no período 2019-2022. O valor representa uma melhora nas expectativas, com alta de 2,7% em relação aos investimentos previstos no levantamento anterior para o quadriênio de 2018 a 2021. Os dados constam do boletim "Perspectivas do Investimento". Os números consideram investimentos apoiados e não apoiados pelo BNDES relativos a 19 setores, sendo 11 da indústria e 8 da infraestrutura. Juntos, eles contribuem com cerca de 25% da formação bruta de capital fixo da economia. É válido ressaltar que a efetivação dessas perspectivas é de suma importância para a economia brasileira, haja vista que o nível de atividade econômica nacional encontra-se estagnado, apresentando taxas pífias de crescimento. A retomada do crescimento econômico doméstico passa pelas vias do consumo (elevada taxa de desemprego, na ordem de 12%), do investimento (alto efeito multiplicador da renda sobre a matriz de insumo-produto, o que tende a ser estratégico), do gasto (a política fiscal em curso é a de austeridade) e as exportações líquidas (desaceleração econômica internacional).
0 comments
0 comments