O duro empate por 1 a 1 com o CSA em pleno Morumbi não irritou apenas os torcedores são-paulinos. Daniel Alves, contratação tricolor badalada desta temporada, se mostrou incomodado com críticas e questionamentos após a partida sobre sua função em campo, como lateral-direito ou meia. Irritado, o jogador disse que a imprensa não é capaz de saber qual a melhor posição para ele porque “nunca jogou futebol”. _"Sei o quanto é difícil você construir coisas no futebol brasileiro, pelo fato de vocês [imprensa] estarem sempre para desestabilizar em qualquer situação. Então temos que ser calmos, seremos. A maioria da imprensa não jogou bola, então gera desconfortos. Se jogo na lateral, se jogo no meio. A gente tem que ser bastante consciente da situação que estamos e do futebol que estamos praticando", declarou Daniel Alves._ _"Estamos aqui, volto a insistir, para construir juntos. Posso ajudar meus companheiros a serem muito melhores do que são. Ao contrário do que a maioria pensa, eu jogando de lateral fico muito tempo sem pegar na bola, e aí fica ainda mais difícil ajudar meus companheiros. A imprensa não vai saber (em que posição Daniel Alves rende mais) porque nunca jogou futebol", disparou o jogador._ Durante a declaração, Daniel Alves chegou a ser interrompido por repórteres na zona mista do Morumbi, mas ainda prosseguiu com o raciocínio. _"Quero passar a mensagem que não podemos nos posicionar conforme o que a imprensa fala, temos que seguir nosso plano. A imprensa sempre está para gerar esse tipo de desconforto, e gerar debates. Eu estava lá fora (com a seleção), mas ouvi falando sobre Daniel Alves na lateral, Daniel Alves no meio. (...) Sei o quanto é difícil o Campeonato Brasileiro. Mas nunca pequei por omissão, sempre estarei na linha de frente. Antes de vir para o futebol brasileiro, já fiz uma lavagem cerebral de que aqui só os fortes sobrevivem" completou._ O empate fez com que o São Paulo desperdiçasse mais uma chance de entrar no G-4 do Brasileirão, parando nos 32 pontos, atualmente na sexta posição. Diante do jogo ruim e do momento instável do time, é natural a irritação de Daniel Alves. Mas o mesmo não pode ser dito por sua declaração, completamente ignorante e rasteira. Em vez de lidar com as merecidas críticas por mais uma péssima partida do São Paulo, o atleta preferiu “jogar pra torcida” e desmerecer a imprensa. Da mesma forma que a imprensa “nunca jogou”, Daniel Alves parece se incomodar por também desconhecer o que é jornalismo. Ser confrontado com dados e fatos negativos, críticas sobre desempenho e perguntas difíceis é algo que faz parte da rotina de qualquer um que lida com uma imprensa séria. Se o jogador acha que os jornalistas devam bajulá-lo e não podem causar qualquer tipo de desconforto em seus questionamentos, talvez esteja confundindo jornalismo com assessoria. Se a lógica do jogador do fizesse algum sentido, quem nunca trabalhou como repórter também não poderia criticar a imprensa. No fim, uma bela cortina de fumaça lançada covardemente por Daniel Alves, que parece ter vindo buscar - num clube do tamanho do São Paulo - mais conforto do que cobranças.
0 comments
0 comments