A compostagem é um método que tem como finalidade a transformação de resíduos orgânicos (sobras de frutas e legumes e alimentos em geral, podas de jardim, trapos de tecido, serragem, etc) em adubo. É um processo biológico que acelera a decomposição do material orgânico, tendo como produto final o composto orgânico. A compostagem é uma forma de recuperar os nutrientes dos resíduos orgânicos e leva-los de volta ao seu ciclo natural, enriquecendo o solo para a agricultura ou jardinagem. Além disso é uma maneira de reduzir o volume de lixo produzido pela sociedade, destinando corretamente um resíduo que seria acumulado em lixões (que infelizmente ainda existem no Brasil) e aterros, gerando mau cheiro e a liberação de gás metano e chorume. Mais da metade dos resíduos coletados anualmente no Brasil é composto de restos de alimentos, o que equivale a aproximadamente 37 milhões de toneladas de lixo orgânico e apenas 1% do que é descartado é reaproveitado. Se os resíduos orgânicos descartados no Brasil em um ano fossem submetidos à processos de tratamento, as emissões reduzidas seriam o equivalente à retirada de sete milhões de automóveis das ruas. Os dados foram publicados pela Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais. Há várias experiências internacionais de recolhimento de resíduos orgânicos para a compostagem, com a distribuição gratuita do adubo resultante do processo à população. Dessa maneira a sociedade percebe que aquele resíduo tem valor, pois retorna aos cidadãos como benefício, deixando de gastar com a compra de fertilizantes industrializados. Em Florianópolis, na comunidade Chico mendes, o projeto Revolução dos Baldinhos promove a compostagem foi premiado na Alemanha durante o Fórum Global de Alimentação e Agricultura. A compostagem pode ser feita em casa, nas escolas ou por organizações comunitárias, basta que os envolvidos tenham as informações necessárias para que a coleta e o processo de compostagem funcionem. No início pode parecer difícil, mas com o tempo torna-se algo simples, econômico e prático, basta ter um pouquinho de paciência e boa vontade e procurar por informações para realizar a compostagem corretamente. Os benefícios da compostagem são vários: redução de resíduos nos aterros e lixões, diminuição do chorume e gás metano, gera desenvolvimento social, diminui a utilização de fertilizantes industrializados, diminui gastos com transporte de resíduos, evita a contaminação do solo, dentre outros. O importante é deixar de impor barreiras para começar, além de incentivar outras pessoas e aos poucos a evolução será facilmente percebida.
0 comments
0 comments