​O artigo de Pureza et.al (2012) “Investigação e manejo de eventos estressores entre estudantes de Psicologia” é um artigo pequeno e de fácil leitura que trata da um estudo investigativo objetivando analisar como episódios teoricamente estressores podem ser percebidos entre estudantes do quarto e quinto anos do curso de psicologia em uma Universidade Federal de São Paulo - Campus Baixada Santista -, do mesmo modo, pesquisar quais as técnicas a serem utilizadas para que haja um devido controle da saúde física e psicológica dos estudantes universitários. É sabido que as mudanças provocam um desconforto para os seres humanos, muitas vezes, somos resistentes a elas, pois nos sentimos inseguros, despreparados e até incapacitados para enfrentá-las. No artigo em questão, os autores citam que o ingresso ao meio acadêmico é uma nova etapa da vida desses jovens, lembrando que - os participes deste estudo foram 17 alunos (7 homens e 10 mulheres) que contribuíram para a avaliação de presença de sintomas físicos e/ou psicológicos relativos ao fator estresse, através de um Roteiro de Entrevista Semiestruturado de Investigação do Estresse e de um Inventário de Sintomas de Stress para Adultos (ISSL) - sendo pois, uma fase de enfrentamento de desafios, como: o desenvolvimento de habilidades adaptativas frente os novos saberes, exigências emancipatórias, comprometimento referente as tarefas estudantis e a esperança de conquistar espaço no mercado de trabalho nos anos finais do curso. 😳 #escreviMuito
4 comments
4 comments