Da série: títulos longos demais. No evento de uma crise econômica, o que aconteceria com o Bitcoin e seu preço? Em resumo, depende da crise. Numa queda de mercado de proporção significativa mas não apocalíptica, é de se esperar que pouca coisa aconteça. Existem forças para a queda e alta ao mesmo tempo. A coisa fica interessante se bancos ou países falirem. Como o Bitcoin é uma forma de transacionar valores, caso bancos estejam falidos e seja impossível transacionar dinheiro, obviamente o Bitcoin vai se valorizar. Quanto? Depende do tamanho do país que quebrar, de quanto tempo ficar quebrado, e do risco de outros quebrarem junto. E depois vem a intervenção estatal. Se governos decidirem imprimir dinheiro para sair do buraco ou se recorrerem ao confisco aberto, o Bitcoin é um excelente jeito de se proteger do bandido estatal. Mas no fim das contas muito está em jogo e pode mudar muito rapidamente. Crises são processos políticos também, e políticos respondem de jeitos diferentes. Em cima disso, economias são muito complexas e é impossível prever com alguma precisão o que acontece numa grande explosão. Apoiadores! Foxbit, a maior corretora de Bitcoins no Brasil: http://www.foxbit.com.br Canal da FoxBit: https://www.youtube.com/channel/UC0F16q5QzJx7oIWoC5arEtg Instituto Mises Brasil: http://mises.org.br/ Urbe.me - Investimento imobiliário descomplicado: https://urbe.me/ Seja um apoiador do canal! https://www.padrim.com.br/ideiasradicais Bitcoin: 1Kceqou4KDdmJNREAzvv9GD3JB2WbvohqJ Contatos: Sparkle: https://s7pa5.app.goo.gl/cEUFKnurttcV1Z993 Fanpage: https://www.facebook.com/ideiasradicais Twitter: https://twitter.com/ideias_radicais Anuncios/Mech: contatoideiasradicais@gmail.com
0 comments
0 comments